domingo, 24 de outubro de 2010

segue seu caminho.



“Deixa essa dor passar e eu juro que vou logo atrás de você.” 
Mentira, não te segui, pra falar a verdade nem pensei em olhar pra você para ver em que direção você estava indo. Naquele momento em que você me deixou para trás, só pelo fato de estar sentindo dor, você me provou que não me amava tanto quanto eu te amava, pois se amasse não me deixaria para trás. 
Senti ódio de você naquela hora, tanto ódio que não quiz mais saber teu caminho.
Depois de um tempo, senti que a dor foi aumentando, me levantei, mas cai novamente, pois ouvi sua risada e ouvi a risada de outra menina te acompanhando. Não levantei mais. 
Você não teve noção do quanto te amei? 
Você não sabia mesmo que doia em mim cada vez que você ria com ela?
Você nunca se lembrava dos momentos que passamos juntos?
Você nunca sentiu falta dos nossos beijos?
Você nunca me quis de volta?
Não precisa responder. Eu já sei que não. Ela é muito diferente de mim, quer dizer… ela não tem nada haver comigo, então isso significa que você nunca me amou. pois você diz que ela é perfeita, e eu fui oque? Imperfeita para você? mas então foi tudo mentira. cada dia, cada beijo, cada abraço, eu me entreguei para você! Eu fui tola. 
E continuo sendo, fico na cama o dia inteiro jogada, retorcida de dor, pois sempre imagino vocês dois juntos, e isso me mata. 
Vou morrer um dia, sei que vou morrer. E vou morrer sem você. 


desconheço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário