domingo, 19 de dezembro de 2010

23:23

Ana olhou no celular outra vez, 18:18


- Mas que inferno - Começou a reclamar sozinha; anos vivendo numa casa enorme com os pais constantemente fora a deram o hábito de conversar – e muito – sozinha:
- Toda vez que eu olho essa maldita hora ela ta igual. Ta assim desde as 15:15... - As pessoas na rua já estavam olhando-a engraçado, imaginando que tipo de tecnologia surreal ela estava usando para se comunicar com alguém sem aparentemente estar com alguma espécie de fio na cabeça.
- Só porque ele falava essa coisa idiota eu não paro de olhar... – ela fechou os olhos e fez o pedido, o mesmo que fazia há cerca de um mês.

* Flashback
- São 23:23 – ana. falou olhando pela janela de vidro de sua casa, observando o céu.. ele do outro lado da linha apenas sorriu. – Sabe o que significa? - Que tem alguém pensando em você – Ele falou simplesmente. - Não... Significa que a pessoa que viu pode fazer um pedido. - Não, não... Pra mim, é que alguém ta pensando em você. - Não; Pensando em você é aquela da correntinha, quando o fecho aparece na frente... - Essa também ana, a hora igual é alguém que gosta de você pensando em você... - E o pedido? Faz quando? - Estrela cadente! 

- Ahhhh, mas é muito difícil ver uma – ela falava mole e bocejando. Mas mesmo assim, mais feliz do que nunca por ouvir aquela voz do outro lado da linha. 
- Ana

Nenhum comentário:

Postar um comentário